História

História

Entrada  > Grupo > História
2012
  • No dia 20 de dezembro de 2012, na sequência da proposta de reorganização societária e permuta de ativos apresentada pela sua acionista InterCement, a Cimpor permutou: os seus ativos em Espanha (com exceção da Cimpor Inversiones S.A., Cimpor Trading S.A. e Cimpor Eco S.L.), Marrocos, Tunísia, Turquia, Índia, China e Perú, pelos ativos e operações de cimento e betão da InterCement na América do Sul (Brasil, Argentina e Paraguai) e em Angola. Conforme oportuna e publicamente divulgado, uma vez assegurada a permuta de ativos com a Cimpor, a InterCement permuta os ativos recebidos pela participação acionista de 21% detida pela Votorantim Cimentos S.A. na Cimpor
  • Na sequência da Oferta Pública de Aquisição sobre a totalidade do capital da Cimpor lançada pela InterCement Austria Holding GmbH (“InterCement”), em junho de 2012, o Grupo Camargo Corrêa assumiu o controlo acionista da Cimpor, com uma participação de 72,90% do seu capital social.

2011
  • CIMPOR adquire 51% do capital social da CINAC - Cimentos de Nacala , S.A. (Moçambique)
2009
  • Entrada em exploração de uma nova moagem de cimento, com uma capacidade de produção de 50 ton/h. (Marrocos)
  • Arranque de uma nova central de betão, localizada em Kenitra (Marrocos)
  • Alienação, pela Cementos Otorongo, S.A.C., do terminal de El Callao, bem como da totalidade das acções representativas do capital social da empresa Agregados Comercializados, S.A.C.(Peru)
  • Entrada em exploração da nova moagem de Huaian, com uma capacidade de produção de cimento de 1,2 milhões ton/ano (China)
2008
  • CIMPOR adquire 73,63%  do capital social da Shree Digvijay (Índia)
  • CIMPOR adquire activos detidos pela CEMEX nas Ilhas Canárias (Espanha)
2007
  • CIMPOR adquire uma participação de 80% na sociedade de direito peruano Cementos Otorongo, SAC
  • Cimpor adquire 99,68% do capital social da cimenteira turca YLOAÇ
  • Cimpor adquire 60% do capital social da Shandong Liuyuan New Type Cement Development Co. Ltd - New Liuyuan
2006
  • Cimpor vende 49% da Nova Cimangola, uma cimenteira em Angola.
  • Hormigónes y Áridos 40% do capital da Firmes y Hormigones SANI, S.L.
2005
  • Adquire 100% do capital social da empresa Nordicave Trading Industrial, Lda detentora, à data, de uma participação de 86,65% na sociedade Cimentos de Cabo Verde, S.A. (CCV).
2004
  • Cimpor adquire 49% da Nova Cimangola, uma cimenteira em Angola.
2003
  • Nova aquisição em Espanha (Andaluzia), passando a deter na Península Ibérica uma capacidade anual de produção de cimento de 9,7 milhões de toneladas, afirmando-se como o segundo maior produtor na região.
  • Cimpor recebe de novo Prémio do Melhor Relatório e Contas para as empresas Não-Financeiras
2002
  • Operação de fusão por incorporação da sociedade PRECIMPOR, SGPS, S.A. na sociedade CIMPOR PORTUGAL, SGPS, S.A.
  •  Adquire todas as acções da Natal Portland Cement Company (NPC) na África do Sul.
2001
  • Quarta e última fase do processo de privatização - O Estado Português vende a totalidade da participação que detém na CIMPOR (10,05%) à Teixeira Duarte, S.A..
  • A CIMPOR é vencedora do European Top Companies 2001-Best Performing Companies Over 1 Year.
2000
  • Adquire uma cimenteira no Egipto - Amreyah Cement Company, com uma capacidade 2,4 milhões de toneladas de cimento por ano.
1999
  • Cimpor inicia em Portugal o Projecto de Gestão pela Qualidade Total. Pretende satisfazer as expectativas de todos: clientes, accionistas e colaboradores.
  • Reforça a sua posição no Brasil adquirindo o Grupo Brennand, um conjunto de empresas: Companhia de Cimentos Goiás, Companhia de Cimento Atol e a Companhia de Cimento Portland.
  •  Recebe o prémio de melhor Empresa da Década atribuído pela revista Exame.
1998
  • Terceira fase do processo de privatização - alienação de cerca de 25% do capital, ficando a Cimpor privatizada em 90%, com cerca de meio milhão de accionistas. O Estado Português passou a deter 10% do Capital.
  • Em Portugal, foi atingida a produção acumulada de cimento de 100 milhões de toneladas.
  • Reforça a sua internacionalização através da aquisição da Societé des Ciments de Jbel Oust na Tunísia.
1997
  • Aquisição da Cisafra e do negócio de cimento do grupo Serrana, que deu origem à constituição da SOCIEDADE DE CIMENTOS DO BRASIL, S.A.
  •  Os centros de produção de Alhandra, Loulé e Souselas, obtiveram os seus certificados de qualidade, segundo a norma NP EN ISO 9002
1996
  • Aquisição de uma posição maioritária (55%) na empresa cimenteira marroquina ASMENT DE TÉMARA.
  • Segunda fase do processo de privatização - alienação de 45% do capital. a Cimpor passou a ter cerca de 80.000 accionistas.
1994
  •  Início do processo de privatização. Na primeira fase foi alienado cerca de 20% do capital, ficando a Empresa a ser detida por cerca de 14.000 accionistas.
  •  Aquisição de 51% da Empresa de Cimentos de Moçambique S.A., constituindo-se a CIMENTOS DE MOÇAMBIQUE,S.A.R.L.. Foi estabelecido o plano de reabilitação das três unidades fabris.
  • Iniciado o " Projecto Salto ", designação dada ao plano estratégico para a Qualidade Total.
1992
  •  Início do processo de internacionalização. Aquisição da "holding" espanhola CORPORACIÓN NOROESTE S.A., na Galiza.
  • Constituição da C.M.P. - Cimentos Maceira e Pataias e alienação das fábricas da Maceira e de Pataias.
1991
  • A empresa constitui-se como sociedade anónima, passando a designar-se CIMPOR - CIMENTOS DE PORTUGAL, S.A.
  •  Início da actividade na área do negócio da prefabricação de produtos de betão.
  •  Criação da PRECIMPOR, S.G.P.S., S.A.
1988
  • Reestruturação do negócio dos betões preparados.

      Criação da CIMPOR BETÃO, S.G.P.S., S.A.

página  de 2
© 2017 CIMPOR. Todos os direitos reservados |  web design webuild